banner facebook dica 0123

 

Os olhos exigem atenção permanente. Veja abaixo os cuidados que você deve adotar quando estiver no computador

Não há evidência científica de que o uso prolongado do computador cause danos oculares, embora possa agravar algumas deficiências ópticas e causar a fadiga visual. Para prevenir essas situações, recomenda-se o uso de monitores com boa resolução, que emitam baixa radiação, que tenham incorporado um sistema anti-reflexo ou que incorpore um filtro especial. Trabalhe em local com luz homogênea, situe o monitor a 50 cm dos olhos e nunca de frente ou de costas para uma janela. Descanse 15 minutos a cada duas horas.

 

banner facebook dica 01

 

Veja alimentos que fazem bem à vista

Cinco vitaminas presentes em frutas e verduras são essenciais para o bom funcionamento dos olhos e para prevenir os problemas ópticos

Vitamina – A

Efeitos – Seu déficit provoca a diminuição da acuidade visual ao escurecer, conjuntiva ressecada, ulceração da córnea e inflamação das pálpebras

Onde se encontra – Cenoura, espinafre, tomate, fígado, gema de ovo, laticínios

Vitamina – C

Efeitos – É importante para prevenir a degeneração macular relacionada à idade (DMRI)

Onde se encontra – Cítricos e outras frutas, tomate, couve crua, melão, verduras de folhas verdes

Vitamina – E

Efeitos – Potente antioxidante que, combinado a outras vitaminas, pode reduzir o risco de cataratas e de degeneração macular

Onde se encontra – Maçã, abacate, ameixa, tomate, aspargo, banana, melão

Vitamina – B2 (Riboflavina)

Efeitos – Protege os olhos e preserva das cataratas

Onde se encontra – Verduras, leite, farinha integral, levedura de cerveja

Vitamina – Luteína

Efeitos – Protege os olhos da radiação solar nociva. É eficaz para prevenir cataratas e DMRI

Onde se encontra – Espinafre, abóbora, tomate, pimentão, milho, brócolis

 

Curiosidades!!!!!!

Como enxergamos

Os globos oculares ficam alojados dentro de cavidades ósseas chamadas órbitas. É por meio deles que recebemos a luz e formamos as imagens. Mas, na verdade, enxergamos com o cérebro.

Os raios de luz que partem de um objeto chegam aos olhos e passam por duas lentes convergentes – primeiro a córnea e depois o cristalino. Essas lentes fazem com que a direção da luz seja alterada para que os raios caiam sobre a retina, onde se localizam os receptores fotossensíveis que codificam esse estímulo luminoso em sinais elétricos que viajam pelo nervo óptico até os centros da visão no cérebro. A quantidade de luz que o olho deve deixar entrar é controlada pela pupila, que se fecha em lugares muito iluminados e se dilata quando na escuridão. O movimento dos olhos é controlado por músculos extrínsecos. O cérebro comanda esses movimentos para que os olhos se dirijam de forma coordenada a um mesmo ponto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte:superinteressante