A iridotomia é utilizada para ajudar no controle de vários tipos de glaucoma de ângulo estreito, no glaucoma pigmentar e na prevenção do glaucoma agudo em olhos com risco de fechamento angular e ou bloqueio pupilar.

O oftalmologista executa um pequeno orifício na íris para drenagem do fluido nítido na parte de traz do olho. Isto é feito para evitar que a pressão intra-ocular cresça rapidamente, com a possibilidade de dano ao nervo óptico e perda permanente de visão. Geralmente, o orifício é feito na porção superior da íris, sob a pálpebra superior, e não é visível.