PRK é uma abreviação de Photorefractive Keratectomy, que é o mesmo que Ceratectomia-Fotorefrativa, é recomendada para alguns pacientes com córneas mais finas. Na Cirurgia Refrativa PRK, o epitélio, que é a camada superficial que cobre a córnea, é removido, e o laser é aplicado mais superficialmente para remodelar a córnea.

Nesta técnica, o cirurgião programa o Laser para vaporizar camadas superficiais de tecido corneano. Com a mudança da curvatura da córnea, os problemas de foco são reduzidos ou eliminados. O tempo de cicatrização é de aproximadamente 7 dias.

Após a aplicação é colocada uma lente gelatinosa sem grau para auxiliar na cicatrização do epitélio. Neste tratamento, não é feito nenhum corte na córnea e em termos de acuidade visual final, os pacientes alcançam excelentes resultados.

A recuperação também é rápida, mas os pacientes tendem a ter mais desconforto no pós-operatório imediato, além disso o tempo de recuperação da visão funcional é maior que o do Lasik.

Ambas técnicas realizam uma alteração na curvatura da córnea, possibilitando a correção no foco dos objetos mais distantes. Por ser um procedimento simples no mesmo dia o paciente é liberado. A partir daí, é importante seguir à risca as recomendações do pós-operatório, como uso contínuo de óculos escuros e aplicação de colírios para garantir a cicatrização. Nos primeiros dias é comum a sensação arenosa e lacrimejar.

Cirurgia Refrativa PRK

Clique aqui para assistir a um vídeo simulando este procedimento.