O Dia Mundial do Combate ao Câncer é comemorado no dia 8 de abril e busca promover a conscientização e prevenção contra o Câncer. A oftalmologista, Mônica Müller, alerta sobre o câncer ocular, onde as lesões podem passam desapercebidas durante anos, sendo assintomáticas e quando são detectadas muitas vezes estão em fases avançadas e de difícil tratamento.

“Os tumores do globo ocular podem acometer diversas estruturas intraoculares diferentes e por isso ocasionam sintomas diversificados. O paciente pode se queixar somente de uma turvação visual leve ou muitas vezes de dor ocular importante, bem como vermelhidão e até baixa visual ou cegueira definitiva”, explica a oftalmologista.

A médica pontua que a consulta anual com o seu oftalmologista é fundamental, pois é nesse momento em que a detecção inicial dessas lesões poderá ser feita, assim, oferecendo ao paciente o melhor tratamento, menos invasivo, com chance de cura e com a preservação da vida.

É importante chamar a atenção para os casos das crianças, que devem ter avaliação oftalmológica feita até os primeiros seis meses de vida. “Podemos fazer um diagnóstico precoce do principal tumor intraocular na infância, que é o Retinoblastoma, um tumor que geralmente é detectado tardiamente, que tira vida de muitas crianças no mundo, principalmente em países como o nosso em que o acesso ao especialista é difícil em algumas regiões”, ressaltou Mônica Müller.

Além disso, também é importante ficar atento aos problemas visuais que podem ocorrer em cada fase da vida e procurar um especialista para buscar orientação correta sobre a melhor medida preventiva ou o tratamento mais indicado para você e sua família.